Atividades Culturais marcam a atual administração - Prefeitura Municipal de Conchas

Busca
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Atividades Culturais marcam a atual administração

NOTICIAS > 2016 > JUNHO
EM MAIS DE TRÊS ANOS DE GESTÃO, UMA INFINIDADE DE ATIVIDADES CULTURAIS MARCAM A ATUAL ADMINISTRAÇÃO

Nesses quase quatro anos de gestão, o incentivo e as iniciativas inéditas e pioneiras na área cultural do município foram um marco na administração municipal. A preocupação em mudar a visão e resgatar a história de Conchas e levar entretenimento à população esteve presente em todos os momentos.

Para quantificar todas as ações e atividades promovidas pela Prefeitura Municipal, vale lembrar todos os eventos gratuitos oferecidos à comunidade conchense desde 2013. Foram 6 edições do Meu Bairro é Show!, três edições da Semana Cultural, três anos consecutivos com a apresentação da Banda Lira Antoniana, do Encontro de Corais e do Projeto Guri, três edições do projeto “Cinema na Escola”, um dia reservado para os concertos do Conservatório de Tatuí, duas apresentações da Orquestra Sinfônica de Botucatu, quatro espetáculos de teatro infantis, duas apresentações de shows musicais, duas apresentações de mágico, dois espetáculos de contação de histórias, um projeto de fabulação, duas apresentações circenses, três edições de Minha Sala é 10!, três edições do jantar de Nhá Norata, três oficinas culturais (teatro, arte e literária), uma visita ao Sesc Piracicaba, à Pinacoteca de Botucatu,  um passeio ao Polo Cuesta, vinte e quatro mostras culturais nas escolas municipais, além do trabalho de publicação e inclusão no Currículo do livro: “Conchas:história e memória”.Enfim, uma infinidade de atividades destacaram e caracterizam a gestão atual.

O Projeto Meu Bairro é Show! tem como principal objetivo levar um dia de lazer e entretenimento a diversos bairros, com corte de cabelos, manicure, massagem, jogos, pula-pula e distribuição de lanches. A Semana Cultural homenageia cidadãos ilustres do município que contribuíram com a história de Conchas e oferece uma agenda recheada de atrações, como espetáculos teatrais, de dança e de música, concertos musicais, lançamento de livros e exposições artísticas.

O Projeto “Cinema na Escola” também contou com três edições com a exibição de filmes recentes, além da distribuição de refrigerante e pipoca. O Grupo de Teatro Zibaldoni se apresentou duas vezes em Conchas com espetáculos diferentes. A primeira foi na Semana da Educação, com Gran Circo Internazionale e a saga dos heróis desconhecidos”, um espetáculo teatral que misturou a arte circense com o cinema mudo, provocando muita gargalhada no público presente. E a segunda, na 2ª Semana Cultural, com a peça “3 é bom, 2 é demais”.
Para quem gosta de música brasileira, o grupo Bossa Convida, de Botucatu, esteve presente na cidade também em duas oportunidades. A primeira, homenageando Roupa Nova e a segunda, na 3ª Semana Cultural, a banda escolhida foi o Legião Urbana.
As peças de teatro infantis no “Reino da Felicidadolândia” e “Tistu, o menino do polegar verde” fizeram parte da agenda cultural do município e lotou o salão do Lions Clube de Conchas. A 2ª Semana Cultural também trouxe o espetáculo de dança “O fabuloso Circo Star, no Ginásio Municipal.

A Semana das crianças, realizada em outubro nas escolas municipais, sempre tem como surpresa para os alunos alguma apresentação: no primeiro ano foi palhaço Tic e Tac, com um show de mágica e no ano seguinte foi a artista Mario Pecand, da Cia do Tok Tok com espetáculo de contação de histórias. Esse mesmo artista se apresentou, em 2014, na Cerimônia de Lançamento do Programa Mais Educação.

Dois espetáculos circenses, em dois anos consecutivos, foram promovidos para os alunos das escolas municipais de Ensino Infantil e Fundamental I, que conhecer pessoalmente um circo de verdade.

Uma oficina de teatro, no ano passado, intitulada “Teatro versus espaços alternativos”, com o renomado ator Luis Sandei, conhecido por trabalhar em diversos comerciais, foi oferecida gratuitamente à população, e ensinou diversas técnicas de atuação. As aulas foram na Escola Municipal Prefeito Reineiro Donato Pastina. Outra oficina, mas de arte, com o nome de “Emoções e pensamentos do século XX”, disponibilizada na Biblioteca Municipal, teve como objetivo conscientizar sobre a ideia e a importância da Arte e promover o conhecimento sobre os principais movimentos artísticos do século XX que influenciaram a arte contemporânea. A oficina foi ministrada pela estagiária e estudante de Artes, Bianca Ferreira.

Em outra atividade com a Oficina Cultural Joanino Maimone, a 1ª Oficina Literária Conchas no Caminho do Sertão, teve como objetivo aproximar o grupo de alunos da rede de ensino aos escritores da região e preservar enorme potencial que ela representa para a cidade, transformando o lugar num ponto onde os jovens e cidadãos de Conchas possam ter como referência de sua cultura. Os convidados do evento foram o escritor e poeta conchense Nélson Malheiros, a poetisa conchense Vera Henriques de Melo, o escritor, sociólogo e antropólogo conchense Luis Nunes de Almeida e o Dr. Miguel Elias (como poeta e intérprete de Cornélio Pires).

O Projeto Fabulação na Cuesta aconteceu recentemente, premiado pelo edital Artes Integradas do ProAC – Programa de  Ação Cultural do Governo do Estado de São Paulo, nos dias 10 e 11 de junho. Com o intercâmbio de linguagens artísticas através de pesquisa colaborativa entre os artistas da Giralua Companhia de Artes, oferecendo ações que incluem espetáculo cênico com bonecos e música, exposição a céu aberto de esculturas efêmeras e oficinas criativas.

Outra representação importante do resgate à cultura do município, o jantar em homenagem a São Benedito da Norata, teve três edições, e distribuiu à população presente em sua capela, a famosa sopa de mandioca e pão. O projeto “História na Tulha”, mais uma parceria com a Oficina Cultural Joanino Maimone, levou alunos da Escola Municipal Prefeito Reineiro Donato Pastina para realizar uma visitação ao meio rural utilizando o Turismo Pedagógico Rural como estratégia de ensino através da qual a história local, o estudo das origens da cidade, a análise da fauna e flora, bem como o conhecimento de antigas rotas que propiciaram o surgimento dos primeiros núcleos de habitações e tecnologias agregadas a usos e costumes venham a compor uma visão crítica valorizando e alterando paradigmas relacionados ao meio rural de forma construtiva.

“Temos a convicção de estarmos oferecendo  para toda a população conchense um rol variado de oportunidades artísticas e culturais, que vêem  de encontro ao Plano de Governo do Prefeito Odirlei Reis, estabelecido para a área da cultura. Neste ano, estamos dando continuidade e, em breve, lançaremos Concursos Culturais estudantis para celebrarmos o centenário de nossa querida Conchas”, finalizou o Diretor do Departamento de Educação e Cultura, professor Rogério de Morais. 
 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal